img-feed img-feed-email

MURAL DO TUBA FÍSICA

AVISO
:
Este blog está sendo atualizado esporadicamente, pois o autor anda extremamente ocupado. Os demais blogs Tuba Livre estão sendo atualizados com frequência. Endereço no Facebook: http://www.facebook.com/tubalivre

Tuba Livre a todo vapor no Facebook

21 abril 2011

Fone de ouvido prejudica a audição


image

Tenho um gravador de voz da Panasonic que funciona também como um tocador de mp3. Costumo ouvir músicas em mp3 no computador, mas sem usar fones de ouvido. Pois sei dos danos que o aparelhinho, que muitos consideram inofensivo, causa ao ouvido, mesmo que em determinadas situações você considere o volume “baixo” (melhor dizendo, som de intensidade fraca).

Porém, vez ou outra, necessito usar o tocador de mp3 para ouvir áudios didáticos do meu curso de especialização em Informática na Educação, quando estou fora de casa. Por exemplo, posso ouvir um áudio enquanto estou no ônibus.

No silêncio de casa, ajusto o volume do tocador para o nível “5” da escala do aparelho. Infelizmente, não pude avaliar o quanto isso corresponde em decibéis. Mas sei que é o suficiente para ouvir o áudio e compreender o que está sendo dito. No entanto, quando estou dentro do ônibus, com todo o barulho do trânsito e do motor do veículo, preciso ajustar o volume para o nível “9” para poder entender as explicações. Em um local silencioso (em casa), com o volume do aparelho nesse nível, a intensidade do som chega a causar desconforto aos meus ouvidos.

Logo, em locais barulhentos, ouvir som através de fones de ouvido faz com que não percebamos o quão intenso está o som, e maiores são os danos ao nosso aparelho auditivo.

Notícia da Revista Galileu: Se você costuma ligar o iPod no último volume e sair por aí, prepare os ouvidos. Uma pesquisa recente do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos mostra que a perda da audição em adolescentes cresceu 31% nos últimos 15 anos. Hoje, um em cada cinco americanos entre 12 e 19 anos tem problemas auditivos. Não há dados oficiais no Brasil, mas nada indica que aqui seja diferente por conta do uso dos tocadores de MP3. “A degeneração natural de nosso ouvido está acontecendo antes do tempo, com o estilo de vida e a exposição maior ao barulho”, diz Silvio Caldas, presidente da Sociedade Brasileira de Otologia (SBO).

A popularização dos foninhos, claro, contribui com o problema. “Apesar de eles serem cada vez menores, a potência de saída de som é muito elevada, acima dos 100 decibéis”, diz o otorrino Daniel Okada, do Hospital Albert Einstein, de São Paulo. Qualquer barulho maior que 85 decibéis representa risco à audição a partir de duas horas de exposição contínua. Se for um pouco mais alto, 90 decibéis, basta uma hora.

Alguns detalhes indicam que você passou do ponto: se a pessoa ao lado também ouve a música do seu fone, você não consegue escutar barulhos do ambiente e está perguntando muitos “ahns?”, é hora de procurar um especialista — muitos casos são irreversíveis, mas é possível remediar o problema com próteses auditivas. Além de perda na audição, pode aparecer um zumbido. “Quando o barulho causa uma lesão nas células sensoriais do ouvido interno, elas podem enviar estímulos inadequados ao nervo, o tal zumbido”, diz Caldas. O tipo de fone — earplug, headset ou de isolamento acústico — não faz tanta diferença. “A não ser que o fone não se adapte bem e você tenha que aumentar o volume.”

Um projeto de lei na Câmara prevê proibir a venda de aparelhos sonoros com potência acima de 90 decibéis. Até lá, os médicos recomendam ouvir seu tocador de MP3 sempre na metade do volume máximo.

OBSERVAÇÕES: No texto da Galileu quando fala de "potência do som" em decibéis, em Física o nome por extenso é "nível de potência sonora"; cientificamente não se diz volume "baixo" ou "alto", mas, sim, som de intensidade fraca ou intensa.
As pessoas têm muito medo de perder a visão, mas são displicentes em relação à audição.
Bem! Meu tocador de mp3 possui nível máximo “20”. Mas o nível “9” que uso em locais barulhentos, apesar de ser um pouco menos da metade do valor máximo do aparelho e, assim, dentro do recomendado pelos médicos, ainda acho um volume muito intenso para ser seguro. É bom não vacilar!
Assista ao vídeo a seguir sobre os danos causados pelo fone de ouvido:

4 comentários:

  1. Tenho um problema com meu celular: só possui 7 níveis de volume, e, mesmo no 'mínimo' (volume 1), me emcomoda em lugares 'calmos'...

    ResponderExcluir
  2. pois é, tenho uma prima q por onde vai ela anda com o fone de ouvido... e ela está case surda... mais não toma jeito...

    ResponderExcluir
  3. é realmente preocupante como o fone de ouvido pode nos prejudicar, eu já comecei a sofrer de zumbidos nos ouvidos e procurei um otorrino para saber se havia mais danos, entretanto felizmente não... Ele só me aconselhou a baixar o volume do fone, porém, nenhum aparelho informa quantos decibéis reproduz, para que possamos ter uma idéia pelo menos do que estamos ouvindo

    ResponderExcluir
  4. essa matéria é um plágio da revista galileu, que vergonha.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, sua sugestão, crítica ou dúvida no Tuba Física:

Tubosfera

Tuba TwitterTuba Livre MemeTuba Física YoutubeTuba RSSTuba Livre Yahoo RespostasTuba Livre SkoobTuba Física diHITT
ATENÇÃO: Siga ou adicione o Tuba nas seguintes redes sociais e você será seguido ou adicionado: Siga o Tuba no Twitter, Meme, Youtube, Yahoo Respostas, Skoob e/ou diHITT .

Divulgue o Tuba Física

Família Tuba

Tuba Seguidores

Faça parceria com o Tuba! Ponha o link do Tuba Física no seu blog e me avise, seu link será inserido aqui, ajudando a aumentar o tráfego de ambos blogs.

Sites de Física indicados pelo Professor Tuba

FísicanetSeara da CiênciaEu Adoro FísicaA Aventura das PartículasFísica ModernaFísica na VeiaDiscovery BrasilFeira de CiênciasMochoCurso de Física

Campanhas Educativas que o Prof. Tuba apoia

Cidade da LeituraCampanha de Combate à CorrupçãoTodos pela EducaçãoTV: Quem financia a baixaria é contra a cidadania

Tuba Agregadores

Central Blogs
 
▲ TOPO ▲
© 2009 | Tuba Física | Por Professor Tuba | Tuba Livre