img-feed img-feed-email

MURAL DO TUBA FÍSICA

AVISO
:
Este blog está sendo atualizado esporadicamente, pois o autor anda extremamente ocupado. Os demais blogs Tuba Livre estão sendo atualizados com frequência. Endereço no Facebook: http://www.facebook.com/tubalivre

Tuba Livre a todo vapor no Facebook

25 outubro 2009

Vem aí novo padrão para plugues e tomadas

Os plugues e tomadas elétricas brasileiros terão um novo padrão a partir de 2010, determinado pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial). Os novos plugues brasileiros passam a ter dois ou três pinos e as tomadas, que antes eram planas, agora têm uma reentrância.
Segundo o Inmetro, o novo sistema traz mais segurança ao consumidor na hora de ligar um aparelho à tomada, por causa da cavidade. Ao plugar, o dedo não encosta na parte por onde passa a corrente elétrica. A energização do pino, do plugue, só ocorre quando ele estiver totalmente encaixado nessa cavidade sextavada, o que impede o choque elétrico.
Além disso, os plugues de aparelhos com maior potência não encaixam nas tomadas feitas para cargas menores, o que diminui o risco de curto-circuito.
A padronização tornou-se obrigatória por meio de uma portaria do instituto publicada em 2000. Naquele ano foram estabelecidos diferentes prazos para que os vários segmentos da indústria adotem as novas regras a partir de janeiro de 2010, quando fica proibida a fabricação e importação de aparelhos com os plugues antigos. Em 1º de janeiro de 2011, vence o prazo para que o comércio varejista deixe de vender, de maneira avulsa, plugues e tomadas do modelo antigo. A etapa final está prevista para 1º de julho de 2011, quando vence o prazo para que o comércio varejista pare de vender aparelhos eletroeletrônicos com o plugue antigo.
Hoje no Brasil existem mais de 12 tipos diferentes de plugues e oito de tomadas. Essa diversidade toda causa uma série de situações de riscos. A incompatibilidade levava a que o consumidor adotasse uma série de opções sem qualquer segurança, como lixar o pino do plugue. Além, naturalmente, da perda da energia elétrica, transformada pela irregularidade em calor com risco ao usuário.
O mérito da padronização que está sendo adotada pelo Inmetro é exatamente o aumento da segurança. A tomada e o plugue, como hoje são feitos, permitem o que chamamos de inserção parcial. A finalidade da padronização que vem sendo discutida desde o final da década de 90 tem esse objetivo da segurança.
O consumidor brasileiro não terá que se preocupar, de imediato, com a padronização em andamento. Oito de cada dez aparelhos vendidos hoje nas lojas se encaixam nas novas tomadas, segundo o Inmetro. Muitos eletrodomésticos e eletroeletrônicos, por exemplo, já estão com seus plugues e tomadas adaptados, como é o caso das TVs e geladeiras.
Para encaixar os aparelhos antigos nas novas tomadas, a recomendação é usar um adaptador com selo de segurança, que custa em torno de R$ 8,00.
O que muda com a padronização de plugues e tomadas
Acabam os plugues de pino chato; os aparelhos passam a ter plugues somente com pinos redondos.
Dependendo das características do aparelho, ele poderá ter plugue de dois ou três pinos. O terceiro pino funciona como fio terra dos produtos que precisam de aterramento para evitar choques.
Os pinos terão diâmetros diferenciados de acordo com a corrente elétrica de que o aparelho necessita para funcionar. Essa informação deverá constar na embalagem dos produtos. Terão um diâmetro para aparelho que operam com corrente elétrica de até 10 ampères e outro para os que operam entre 10 e 20 ampères. Isso impede que um aparelho de maior amperagem possa ser conectado a instalação de até 10 ampères, sobrecarregando-a.
Em alguns casos, o consumidor terá que trocar as tomadas antigas por novas que estejam dentro do padrão para poder conectar aparelhos com plugues padronizados.
Nos computadores, por exemplo, é comum o uso de cabos de energia com plugues de três pinos: dois pinos chatos e um pino redondo do terra, e com os estabilizadores de tensão, módulos isoladores e nobreaks adaptados a eles. Pois se você comprar um novo computador nos próximos anos, terá que usar um adaptador para conectá-lo ao estabilizador ou comprar um novo estabilizador com o novo padrão de plugue e, de quebra, trocar a tomada. Mudança completa!
Tem muita gente que vai reclamar, principalmente, aqueles brasileiros menos informados (a maioria) ou aqueles que não costumam dar a devida atenção às questões de segurança, acreditando que há sempre um anjo atento e pronto para afastá-los do perigo.

Um comentário:

  1. Comprei uma churrasqueira que opera com corrente de 20 amperes, cujo diâmetro do pino é maior do que a padrão de 10 minha dúvida é se existe alguma adaptador que possa conectar o pino de 20 n tomada de 10?

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, sua sugestão, crítica ou dúvida no Tuba Física:

Tubosfera

Tuba TwitterTuba Livre MemeTuba Física YoutubeTuba RSSTuba Livre Yahoo RespostasTuba Livre SkoobTuba Física diHITT
ATENÇÃO: Siga ou adicione o Tuba nas seguintes redes sociais e você será seguido ou adicionado: Siga o Tuba no Twitter, Meme, Youtube, Yahoo Respostas, Skoob e/ou diHITT .

Divulgue o Tuba Física

Família Tuba

Tuba Seguidores

Faça parceria com o Tuba! Ponha o link do Tuba Física no seu blog e me avise, seu link será inserido aqui, ajudando a aumentar o tráfego de ambos blogs.

Sites de Física indicados pelo Professor Tuba

FísicanetSeara da CiênciaEu Adoro FísicaA Aventura das PartículasFísica ModernaFísica na VeiaDiscovery BrasilFeira de CiênciasMochoCurso de Física

Campanhas Educativas que o Prof. Tuba apoia

Cidade da LeituraCampanha de Combate à CorrupçãoTodos pela EducaçãoTV: Quem financia a baixaria é contra a cidadania

Tuba Agregadores

Central Blogs
 
▲ TOPO ▲
© 2009 | Tuba Física | Por Professor Tuba | Tuba Livre